Arquivos Mensais: abril \28\UTC 2019

Não prometo mais nada

varda

É isso mesmo. Não prometo mais nada, com relação a este blog. Talvez assim, sem a pressão da frequência, eu o atualize mais.

O desânimo geral com a destruição do Brasil por um bando de irresponsáveis faz com que por vezes eu desista de postar por aqui, apesar de algumas ideias surgirem (estão sendo vazadas nas aulas).

Crítica de cinema é uma atividade solitária, e com o ritmo acelerado do mundo rumo à barbárie do fascismo e do obscurantismo, tenho evitado a solidão, a não ser no preparo das aulas. Com isso tenho escrito menos também, a não ser quando pautado ou para a tese de doutorado.

Mas de vez em quando acho que devo insistir. Amo cinema e amo pensar sobre cinema. Se eu não encontrar a melhor maneira de passar meus pensamentos para a escrita, posso culpar o desânimo e a falta de esperança num curto prazo. Se sair algo bom, provavelmente será pelo mesmo motivo (a melancolia nos dá asas, afinal).

Mas existem outros fatores para esse desânimo. O circuito comercial está cada vez pior. Embora eu tenha seguido muito menos que seguia até o ano passado. Acabo vendo os filmes para o quadro da Folha, e se depender do que entra lá, devo dizer que o circuito está mesmo sofrível, tirando um Godard e um Clint de vez em quando.

Nos DVDs, a coisa melhora bastante. A Versátil continua lançando suas boas coleções, embora nem sempre com os melhores filmes. A do Aldrich, por exemplo, podia ser mais animadora, mas entendo que nem sempre os filmes estão disponíveis. Tem a Obras-primas do cinema, que também andou lançando algumas maravilhas. Espero que continue.

Não gosto de streaming. Netflix e Now são o império dos formatos errados. Now, para quem não fica deslumbrado com séries, é claramente melhor. Mas ainda assim é raro o dia em que procuro algo em seu catálogo, mesmo porque a busca é horrível.

Não desisti do blog. E não desisti de trabalhar com cinema. Muitos projetos estão sendo burilados e logo logo aparecem. Muitos cursos ainda serão dados (se faltar lugar, serão em casa mesmo).

A Interlúdio voltou, timidamente. Mas logo a coisa pega no tranco.

Por último, tenho dois cursos para maio. Milos Forman no Cinesesc, de 6 a 9 de maio (ainda não encontrei o link). 4 Grandes Diretoras no Espaço Itaú de Cinema:

https://www.escolanocinema.com.br/quatro-grandes-diretoras-do-cinema

Resistiremos.


P.S. Surgiu o link para o curso Milos Forman:

https://www.sescsp.org.br/aulas/190045_MILOS+FORMAN+ENTRE+DUAS+MODERNIDADES?fbclid=IwAR3Z3uRwd6w3T49HtejtyPuHSkCRSVOwredETOZz48YrdKPwPLamdzA-nA8