Sobre parte da recepção a Bacurau

bacurau

Existe uma parcela considerável de espectadores que censuram Bacurau pela forma americanizada com que se apresenta. Nunca entendi esse tipo de reclamação. Como assim, fórmula americanizada? Porque trabalha com regras do gênero? E por que não se poderia fazer uma apropriação dessas regras, que, afinal, não foram criadas por americanos, mas por cineastas do mundo todo entre os anos 1910 e 1920?

Glauber Rocha trabalhou com essas mesmas regras, tanto em Deus e o Diabo quanto em O Dragão da Maldade, para ultrapassá-las. É o que Bacurau faz. Claro, ninguém vai comparar Bacurau aos filmes do Glauber. Esse tipo de genialidade do falecido diretor baiano é rara, não aparece todo dia, ao contrário do que pensam os críticos publicitários. Mas não é justo censurar o filme por se apropriar de certas regras. Se fosse justo, 99% dos filmes normalmente elogiados no Brasil teriam de ser igualmente punidos. Todos se enquadram em alguma regra, seja de gênero, de festivais, de uma fatia do público. É a exceção da exceção que é livre dessas amarras.

Reclamam também da violência. É sério? Numa sociedade marcada pela violência como a brasileira, com histórico de violência brutal de todos os lados, vão reclamar disso? Nesse aspecto, o filme dialoga não só com os filmes de defesa de território na linha de Hawks e Carpenter, mas também com os filmes de cangaceiro que eram feitos aos montes no cinema brasileiro. Brasileiríssimo, então, é Bacurau. O que, por si só, não o isenta de nenhum outro pecado.

Por fim, é bom que estejam questionando um filme imediatamente associado à esquerda, embora seja parcialmente financiado pela direita (a Globo é comunista só para boçais e dementes). É bem melhor que a adesão automática que costumava haver por aqui até pouco tempo. O cinema brasileiro ganha com uma recepção mais cuidadosa, ainda que parcialmente equivocada, a meu ver.

Não escrevi uma crítica sobre o filme. Preciso revê-lo antes de fazer isso. Aliás, nem sobre Aquarius, com o qual tenho cada vez mais problemas, escrevi crítica. Mas fiz um breve comentário sobre Bacurau aqui:

https://olhardigital.com.br/cinema-e-streaming/noticia/bacurau-e-triunfo-do-cinema-brasileiro/89969

 

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: