Muitos sentimentos conflitantes

turner2

Fishermen at Sea, de Joseph W. Turner

A realização profissional segue impulsionando minha vida. Convites estimulantes para cursos e textos, projetos igualmente estimulantes com amigos muito queridos, olhos brilhando de alunos – não por eu ser um oráculo (longe disso), mas por uma paixão em comum: o cinema.

Contudo, impossível estar plenamente realizado, ou mesmo feliz, com o mundo ruindo ao redor. E além de todos os acontecimentos tenebrosos dos últimos meses, recebo agora a notícia do falecimento de Leonard Cohen, o grande trovador, o único capaz de se igualar a Bob Dylan e Lou Reed na arte de cantar poesias sobre a dor humana.

A dor pode inspirar, e por isso (graças a isso) este blog deve finalmente retornar aos eixos e ser mais alimentado por textos. A dor e os clássicos japoneses (Não Lamento Minha Juventude, que filme maravilhoso que se revelou na revisão, Setsuko Hara em interpretação inesquecível) e americanos para os cursos em andamento.

Um novo curso surgirá em dezembro, provavelmente o último que darei neste ano:

Introdução à Crítica Cinematográfica

9 Respostas

  1. Não Lamento Minha Juventude. taí um filme que bem que poderia ter resenha escrita ou aqui,ou revistainterludio. revisão maravilhou-o

  2. Eduardo Luiz Del Matto e lacerda | Responder

    Muito Bom!,Sérgio
    Vou levar para você os Filmes da Happy Science do Brasil! Nos eventos que o senhor vai fazer no Sesc.

  3. Sobre o Leonard Cohen: coincidentemente foi lançada há poucas semanas no Brasil a biografia dele: “I’m your man”. Conhece?

    1. quase comprei ela hoje. Triste coincidência.

  4. Curiosidade: a pintura que ilustra o post é de quem? Qual o nome do quadro?

    1. é de meu pintor favorito, Joseph Turner. Chama-se Fishermen at Sea.

      1. Belíssima pintura. Por sinal, o que achou da cinebiografia dirigida pelo Mike Leigh?

      2. Turner é genial. Tive medo de ver a cinebiografia. Tenho ela aqui, mas apesar de gostar de algumas coisas do Leigh, os trechos que vi não me animaram.

      3. Curiosamente, a fotografia é o melhor aspecto do filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: